Glossário

A | B | C | D | E | F | G | H | Í | J | L | M | O | P | R | S | T | V | X

Coutil

Tecido 100% algodão ou linho - fios retorcidos com ligamento sarja 2/1 (diagonal ou espinha de peixe), muito resistente e utilizado para colchões, calças, sapatos, etc. Também chamado "Jean", "Serje", "Brim", "denim", etc.

Crepe

Tecido com aspeto granulado e toque áspero, obtido com fios químicos ou naturais com alta torção. Nome derivado da palavra francesa "crêpe" que significa crespo. As características principais são: um aspeto granulado (granité) e opaco, um toque seco – até áspero e muita fluidez. O aspeto definido do tecido é, em grande parte, obtido durante o tingimento e o acabamento, onde o encolhimento dos fios releva o aspeto "Crepe". Estes tecidos fazem parte da linha alta-costura ou "pret-à-porter" de luxo.

Crepe Casca de Melão

Semelhante porém mais pesado que o crepe madame, com um lado acetinado, com desenhos em relevo imitando pele e o avesso fosco.

Crepe Changeant

Semelhante ao crepe chiffon ou musseline, porém com efeito furtacor em um dos lados e avesso fosco.

Crepe Chiffon ou Crepe Hi Multi Chiffon

Tecido semelhante a musseline, geralmente de poliéster, muito leve e transparente com textura levemente enrugada, de toque macio e fluido. Aplicações mais comuns: camisas, batas, vestidos, lenços, echarpes, etc.

Crepe da China

Tecido de seda ou de fibras químicas (normalmente poliéster) muito fino e leve. Aplicações mais comuns: roupas clássicas, camisaria feminina e masculina, gravataria, echarpes, pijamas masculinos e femininos, almofadas, lençóis, edredões, xailes de sofá.

Crepe Georgette

Tecido, de origem francesa, com ligamento tafetá, cujos fios são de crepe de seda, poliéster ou viscose. É uma musseline mais pesada, porém ainda transparente, e com um lado áspero. Quando apenas um sentido de torção é utilizado no urdume e na trama, pode ser conhecido como Crepe Suzette. Aplicações mais comuns: camisas, camisetas, camisolas, anáguas, lenços, echarpes, cortinas leves, baldaquinos para proteção de camas e berço, etc.

Crepe Koshibo

Semelhante ao crepe georgette, porém mais grosso e pesado, liso e também transparente.

Crepe Madame ou Chanel

Também conhecido como "Crepe Patoux", tecido grosso, tem como característica um lado acetinado e o avesso fosco e poroso, pode ser usado dos dois lados. Aplicações mais comuns: vestidos, roupas de festa clássicas, trajes a rigor, lingerie, robes, baby dolls, pijamas, lençóis, edredões.

Crepe Marroquino ("Crepe Marrocain"):

Tecido de seda ou de fibras químicas (normalmente poliéster), similar ao Crepe da China, porém mais pesado e com granulação mais acentuada.

Crepe Romain

Tecido de seda, poliéster, ou viscose, originário da Itália, similar ao crepe georgette, porém com ligamento panamá de 2. Por essa razão, o tecido é mais fechado e a granulação mais acentuada. Aplicações mais comuns: roupas clássicas, vestidos básicos, conjuntos de calça e blusa, moda para senhoras.

Crepe Satin

Também conhecido com "Cristal Líquido" ou "Prelúdio", é semelhante ao crepe patoux ou madame, sendo, porém, que o lado acetinado é furtacor.

Cretone (bramante)

Tecido de algodão ou misto (algodão + poliéster), liso ou estampado, usado para vestidos, cortinas, roupas de cama.

Croché

Tecido rendado executado à mão com uma agulha provida de um gancho na extremidade, e utilizado na confeção de peças ornamentais, de vestuário e outras.

Damasco

Tecido normalmente com ligamento cetim, encorpado, de uma só cor, com fundo fosco e desenhos acetinados, que era usado em trajes de aparato e, atualmente, em estofos de luxo.

Dégradé

Tecido com listras ou barras, onde o efeito de cor muda de tonalidade, gradativamente de escura para clara (até branca) e depois recomeça identicamente. Em geral é feito a partir de uma só cor. Este efeito é geralmente obtido com fios tintos ou na estampagem. Antigamente era muito utilizado no jacquard. Por extensão, pode ser obtido este aspeto com brilhos de intensidade diferentes, com desenho apropriado (ver traçado).

Denim

Tipo de coutil, ou jeans , antigamente fabricado na cidade de "Nimes", na França. Em geral, urdume Azul Índigo (foi utilizado para as velas no veleiro de Cristóvão Colombo, durante a viagem de descoberta das Américas).

Devorê

Tecido que apresenta desenhos com efeitos de transparência, produzido a partir de um tecido com fio celulósico binado com um fio de fibras sintético, estampado com produto corrosivo que destrói a fibra celulósica.

Dicron

É uma malha stretch, elaborada com microfibra e elastano que garantem a maciez e a elasticidade da peça. O diferencial deste produto é o brilho discreto obtido através do uso de um fio iridescente que emite pequenos pontos de luz com o movimento e a incidência da luz sobre a peça

Drap

Tecido de lã ou lã mista com seda, pesados e utilizados para uniformes, fatos masculinos, calças, casacos, etc. Semelhante à casimira.

Páginas